helix-nebula - Provas da existência de Deus

Provas cientificas da existência de Deus

Será que o homem consegue provar a existência de Deus? Há provas que ele é o criador?

Vamos analisar e refletir sobre estas questões, buscando base na ciência e na Doutrina Espírita.

Na primeira pergunta da primeira obra publicada por Alla Kardec em 18 de abril de 1957, intitulada o Livro dos Espíritos, os espíritos respondem a uma curiosa pergunta, elaborado por Kardec,

Que é Deus?

A pergunta já é um grande ponto para reflexão ao perguntar “Que“, Kardec, não defini, não generaliza, não indica, apenas exprime que não temos noção do que pode ser Deus. Para entender melhor, se Kardec tivesse usado por exemplo “Quem“, ele já daria a entender que Deus poderia ser uma pessoa. Se perguntasse “O Que“, poderia dar a entender que seria uma coisa.

Ao perguntar Que é Deus?, Kardec abre as portas do conhecimento e recebe dos espíritos a mais sábia reposta:

“Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.”

Há muito mistério ainda antes do BIG BANG, mas como não temos a capacidade ainda de sondar os aspectos anteriores, vamos para os posteriores.

Continuando no livro dos espíritos vamos ver na questão 4.

Onde podemos encontrar a prova da existência de Deus?

“- Num axioma que aplicais às vossas ciências: não há efeito sem causa…”

Depois que a terra se formou, cada definição, molécula, velocidade, luz, tudo o que há no tempo e no espaço, as formas e a harmonia, tudo isso se dá ao acaso? Ou há “Que” regendo toda essa construção.

E Kardec ainda fala na resposta desta mesma pergunta que:

“…Duvidar da existência de Deus seria negar que todo efeito tem uma causa, e adiantar que o nada pôde fazer alguma coisa.”

Divaldo Pereira Franco, numa brilhante palestra “Provas Cientificas da Existência de Deus”, nos traz vários dados científicos que casam com a resposta de Kardec, vamos lá:

espaço, provas da existência de Deus

  • O movimento de rotação do Sol no sistema solar é cerca de 1600 km/h, se este mesmo movimento fosse 10 vezes menor, 160 km/h, a vida na terra seria impossível;
  • E quanto ao dia e noite composta por 24h, se fossem de 120h de calor a vida seria destruída pela ardência e luminosidade e 120h de trevas, frio e gelo destruiriam a vida;
  • O sol que se encontra a 150 milhões km de distancia, se estivesse a 100 milhões km a vida seria impossível, os raios absorveriam as águas e teríamos uma temperatura muito alta no planeta, se a distância fosse de 200 milhões km não haveria calor suficiente par manter a vida.
  • A lua que fica a 384.403km de distância da terra, se esta distância fosse de 75 mil km, seria impossível pois a pressão magnética sobre as águas ergueria mares muito altas, e destruiria as formas de vida.
  • Se a Superfície na terra fosse mais alta “3 metros”, a vida seria possível, contudo, se o fundo do mar fosse mais baixo “2 metros”, a vida na superfície não haveria, pois as águas absorveriam oxigênio e o seres vivos não poderiam respirar.
  • Se a atmosfera fosse menor que 60 km a vida não seria possível, diariamente cai na terra milhões de pedaços de planetas aerólitos, meteoros, meteoritos, se a atmosfera não fosse calcula a vida na terra seria destruida.

É por tudo estar calculado, por cada molécula e componente estar no seu lugar, é por isso que a ciência e nós espíritas acreditamos que não há como se formar um universo perfeito ao acaso.

Para completar nossa lição, preparamos um vídeo do “Poema Deus” de Eurípedes Barsanulfo que traz em alguns versos uma síntese interessantíssima sobre o assunto. CLICK PARA VER!

Pra ter uma ideia o poema já inicia assim:

“O Universo é uma obra inteligentíssima; Obra que transcende a mais genial inteligência humana…”

 Vale a pena conferir

1 thought on “Provas cientificas da existência de Deus

Deixe um comentário